O Poeta

Transcorreram décadas, durante as quais o folheto, graças à persistência de obstinados e iluminados, exercitou a sabedoria do caniço no campo, a sabedoria de curvar-se durante a tempestade para se reerguer viçoso após a tormenta. Foi só uma questão de tempo para aprender a conviver com a modernidade e dela tirar proveito, como o faz hoje esta nova geração de cordelistas, a geração do despertar do século XXI, na qual pontifica Rouxinol do Rinaré.

Ribamar Lopes, Cordel Rouxinol do Rinaré ,
 Coleção Biblioteca do Cordel, Editora Hedra, SP: 2007.

 

Rouxinol do Rinaré é o nome artístico do cordelista Antonio Carlos da Silva, nascido em Rinaré, Quixadá, Ceará. Tem publicado mais de 80 títulos de Literatura de Cordel. Conquistou dois prêmios nacionais em concursos de Literatura de Cordel e o “Prêmio Alberto Porfírio de Literatura de Cordel Inédita” (CE). Tem sua produção presente em várias antologias, dentre elas, Cordel Canta Patativa e CAOS Portátil – Um Almanaque de Contos. Foi notícia na França nas revistas Latitudes, Quadrant e Infos Brésil. É membro da ABC (Academia Brasileira de Cordel) e da Sociarte (Sociedade dos Amigos de Rodolpho Theóphilo). Em 2007 teve sua vida e sua obra estudada e comentada com maestria pelo saudoso escritor, poeta e pesquisador de Cordel, Ribamar Lopes, para a coleção Biblioteca de Cordel da editora Hedra (SP). Seu livro O Alienista em Cordel (Nova Alexandria) foi selecionado para as escolas de Belo Horizonte (MG) e duas vezes para projetos da Biblioteca Nacional (RJ). A obra de Rouxinol do Rinaré é estudada no meio acadêmico, onde já foi citado em mais de dez trabalhos, entre teses e monografias. Rouxinol ministra oficinas de Literatura de Cordel, com uma vasta experiência.

CONTATO: rouxinoldorinare@gmail.com



4 comentários:

Marco Haurélio disse...

Sem dúvida, mais um espaço para a difusão da Literatura de Cordel no que de melhor ela tem para oferecer.

Rouxinol do Rinaré disse...

Amigo Marco Haurélio, obrigado pela visita e por seu respaldo. Abraços.

Antonio Barreto (BA) disse...

Antonio Carlos da Silva
O Brasil sabe quem é
Grande vate cearense
Rouxinol do Rinaré
Que nas trilhas do cordel
Vai guiando o carrossel
Com bravura e muita fé !

Genival Ferreira de Queiroz disse...

Quem luta em defesa da História é eterno. Parabéns poeta.

Postar um comentário